Quarta-feira, 22 de Novembro de 2006

Adeus, senhor Thorpe!

 

Australiano confessou, em conferência de imprensa, que nadar deixou de ser a sua prioridade, daí o ponto final na sua brilhante carreira

 


Tal como O JOGO antecipou ontem, ao tempo em que as rotativas imprimiam a última edição, Ian Thorpe confirmava, do outro lado do mundo, o final da sua carreira, ao afirmar que “já tenho a minha conta” e, por isso, se retirava.

“Nadar deixou de ser a minha prioridade e, por isso, no domingo, às 2h53m, tomei a decisão de abandonar. Fi-lo com a ajuda de alguém que me tem ajudado nas últimas três semanas”, disse o ex-nadador, recusando, contudo, revelar a identidade dessa pessoa.

Aquele que foi o melhor olímpico de sempre do seu país sublinhou “que esta era uma decisão que andava a ponderar há muito tempo. Ainda só tenho 24 anos, mas já tenho 24 anos. Na natação, já fiz o que tinha a fazer e na vida ainda tenho muito para fazer”, frisou. “Gostava de querer nadar, porque, tanto quanto sei, há pessoas que me queriam continuar a ver nadar, mas não consigo. Mas de certeza que o meu futuro passa pela natação”.

Com cinco títulos olímpicos, 11 títulos mundiais, 13 recordes do Mundo em piscina longa, o “torpedo” não conseguiu reencontrar-se desde que, em 2002, abandonou o seu treinador de sempre, Doug Froust. Prova disso é o facto de nunca mais ter estabelecido qualquer recorde do mundo e, desde então, ter-se limitado a gerir a carreira. Foi sendo ofuscado pela estrela norte-americana Michael Phelps e até perdeu para Hoogenband os 200 livres em Sydney. Factos que, a par de uma intensíssima vida social, enormes patrocínios (marcas desportivas, bebidas energéticas, empresas de comunicações e até jóias, de tudo Thorpe promoveu) afastaram-no do treino, como sublinhou ontem Doug Frost, o homem que o descobriu aos oito anos de idade.

Thrope surgiu visivelmente aliviado na conferência de Imprensa e foi claro nos seus propósitos, quando confrontado com a possibilidade de um dia voltar: “Há muito que aprendi a não dizer nunca, mas nadar é uma coisa que não vão voltar a ver-me a fazer”.

publicado por vitorinonuno1 às 08:44
link do post | comentar | favorito

.CONTACTOS PARA DIVULGAÇÂO DO MOVIMENTO PARALIMPICO:

MARIA LANITA 932379956 ------------------------- E-MAIL: marketing@fpdd.org

.pesquisar

 

.posts recentes

. Encerramento do BLOG

. 3º CAMPO DE TREINO ANDDEM...

. Atletas melhoram mínimos ...

. CAMPEONATO NACIONAL DE IN...

. Resultados do Campeonato ...

. CAMPEONATO NACIONAL DE IN...

. ...

. CAMPEONATO NACIONAL DE IN...

. DSE Open Championships - ...

. Resultados do OPEN'07

.arquivos

.links

blogs SAPO